skip to Main Content

O gato ratudo e o rato gatudo

“Eu nasci assim, mas me sinto assado.” Quando foi que instituíram que, para ser de um jeito, a gente precisa ter isso e não aquilo, enquanto, para ser de outro jeito, a gente precisa ter aquilo e não isso? Por aí, em todos os lugares deste mundo, há muitas pessoas que não se reconhecem no espelho. Agora, imagine um gato que não se sente como um gato e um rato que não se aceita como um rato. É como nascer num corpo sentindo-se pertencer a outro. É no que a historinha ritmada deste livro nos faz pensar.

Formato: 21 cm x 24 cm
ISBN: 978-65-86236-16-3
Número de páginas: 32

Comprar
Back To Top